Dez anos do Conselho Municipal do Idoso

Marina Aranha – Redação 01

Nesse mês de outubro, o Conselho Municipal do Idoso comemorou 10 anos de luta pelo direito da terceira idade em Campinas. Suas atividades envolvem acompanhamento, fiscalização, coordenação e avaliação das políticas municipais que dizem respeito aos idosos que, na cidade, são aproximadamente 100 mil.
De acordo com a presidente do Conselho, Maria Gonzalez Alvarez, durante essa década de trabalho, muitas mudanças aconteceram e, hoje, a situação está melhor do que quando o trabalho começou. “Todo o processo foi lento, mas agora parece que está começando a andar. Tivemos algumas conquistas, como o Centro de Referência à Saúde do Idoso, que é um serviço de atenção médica específico para a terceira idade”, diz.
A estrutura familiar de hoje é diferente em comparação a de 10 anos atrás. “Se o filho fica desempregado, por exemplo, passa a morar com os pais. Fora isso, usufrui os benefícios da casa, da aposentadoria e o idoso, em toda essa situação, não é consultado, é negligenciado”, esclarece.
E os números confirmam essa mudança: aproximadamente 53% dos idosos contribuem com mais da metade das despesas da casa.
Para Maria Gonzalez, essa situação é angustiante e, por isso, o Conselho faz um trabalho de assistência junto às famílias, já que, segundo ela, o idoso está perdendo seu espaço e deixando de aproveitar sua aposentadoria, além de sofrer violência na própria casa.
“Hoje é importante discutir esse assunto porque os principais autores da violência contra os idosos são a família”, explica Maria Gonzalez, que acredita na conscientização como saída para a melhoria no tratamento dos idosos no futuro. “Precisamos conscientizar os jovens. A juventude não é eterna e eles vão envelhecer também, sem que percebam. Ninguém compra a velhice, ninguém quer ser velho, mas ela chega. A família tem que entender que a velhice vem pra ficar, para todos e não só pro pai e pra mãe”, afirma Maria, que ainda completa: “nossa grande preocupação é conscientizar a família. Não é preciso colocar os idosos em instituições, eles podem ser cuidados em casa”.
O Conselho Municipal do Idoso tem planos para a criação de um curso para que os familiares aprendam a cuidar dos idosos. Ainda não existe data definida, mas o projeto é para o ano que vem.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s