Barrichello Racing vence 500 Milhas da Granja Viana

Equipe de Barrichello comemora a vitória

Barrichello, Kanaan, Burti, Giaffone e Russo comemoram a vitória

Comandada por Rubens Barrichello e Tony Kanaan, a Barrichello Racing conquistou a vitória na tradicional 500 Milhas da Granja Viana, prova de kart que é realizada desde 1997, na cidade de Cotia, em São Paulo, e se tornou a maior corrida de longa duração do país, contando com a presença de pilotos consagrados de categorias como Fórmula 1 e Indy.

Barrichello e Kanaan disputaram todas as 12 edições juntos e, neste ano, tiveram a companhia de Felipe Giaffone, Renato Russo e Luciano Burti no kart número 72 para conseguir o oitavo caneco.

Com a largada atrasada, devido à transmissão da TV Bandeirantes, a Barrichello Racing saiu na pole, foi superada por Thiago Camilo, do kart 40, mas logo voltou à ponta.

Entre os outros representantes brasileiros da Fórmula 1, Felipe Massa, atual vice-campeão do certame, com o bólido número 91, saiu de 12º para a sexta posição, enquanto Nelsinho Piquet, manteve o quarto posto.

Entretanto, o piloto da Renault e sua equipe, a Piquet Sports, não durariam muito. Na 20ª volta, um problema no motor do kart 4 o fez perder dez voltas nos boxes. Poucas passagens depois, foi a vez do número 2 ter complicações. Piquet foi obrigado a parar para trocar o propulsor e, com o problema não resolvido, desistiu da competição com o carro, continuando apenas com os karts 3 e 4.

Enquanto alguns sofriam com o calor e sol intenso – o paulista Felipe Maluhy, da Tony Kart, chegou a queimar as costas no banco quente – a equipe de Barrichello dominava a prova, liderando praticamente todos os giros e cravando melhor volta atrás de melhor volta.

Após quase 11 horas de corrida, Luciano Burti, ex-piloto da F1, cruzou a linha de chegada para completar a 644º e última passagem, dando a vitória ao kart 72. Mesmo depois de todos os problemas, a Piquet Sports recebeu a bandeirada na segunda posição com o kart 3. No entanto, eles foram desclassificados em uma decisão polêmica dos comissários, devido à estratégia utilizada. Durante a corrida, a Piquet Sports colocava sempre seus karts juntos, para que um ajudasse o outro com o vácuo, mas acabaram eliminados da prova por conta dessa medida.

Com isso, a Henkel/Loctite, de Nonô Figueiredo, Duda Pamplona, Francesco di Mauro e Renan Guerra, que terminou três voltas atrás da Barrichello Racing, ficou com a segunda posição, seguidos pelo kart 91 do time de Felipe Massa, que ainda teve seu irmão Dudu, Xandinho Negrão, Felipe Lapenna, Felipes Apezzato e Victor Guerin como pilotos.

As equipes Win Brasil e CKS Carioca Kart Sport fecharam os cinco primeiros. Confira o resultado da edição de 2008 das 500 Milhas de Kart:

1. Barrichello Racing, 644 voltas em 10h53min3s706
2. Henkel/Loctite, a 3 voltas
3. Massa, a 3 voltas
4. Win Brazil, a 6 voltas
5. CKS Carioca Kart Sport, a 11 voltas
6. Nitro 500, a 11 voltas
7. LC Racing, a 11 voltas
8. Sabiá Racing/Kart Mini, a 12 voltas
9. Ferrari Kart, a 13 voltas
10. Stop Aço/Marlia Racing, a 14 voltas

Um pensamento sobre “Barrichello Racing vence 500 Milhas da Granja Viana

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s