O Drama das Cênicas

Más condições da Faculdade de Artes Cênicas da Unicamp revoltam aos alunos

Lívia Campos
liviacampos390@gmail.com



Instalação elétrica totalmente inadequada, constantes vazamentos hidráulicos, vidros de janelas, portas e espelhos quebrados, falta de equipamentos básicos para o desenvolvimento de atividades curriculares, inutilização parcial dos acervos de figurino e textos (que, por inviabilidade espacial, foram armazenados em contêineres inacessíveis) e desfalque no quadro de funcionários, que precisa de costureira e técnicos de luz e som.

Essa é a situação presente no curso de Artes Cênicas da Unicamp, considerado um dos melhores do Brasil, segundo o Guia do Estudante. Para os alunos, o curso não valoriza o status que possui. Gabriel Bito Cruz, aluno da faculdade, afirma que a falta de infra-estrutura da faculdade é lamentável e também prejudicial à própria instituição: “Temos professores muito qualificados e experientes, muito reconhecidos tanto no cenário artístico quanto acadêmico, alguns inclusive bastante importantes na construção histórica do que hoje chamamos de teatro nacional. Infelizmente, por falta de infra-estrutura ou condições de trabalho, o que sinto acontecer é uma desmotivação geral que leva muitos dos docentes, alguns insubstituíveis, a debandar para outras universidades”.

Segundo Gabriel, a promessa por melhores condições de trabalho aos professores e alunos não é de hoje. Entre projetos e expectativas de melhorias, vinte anos já se passaram e a situação continua a mesma. E, por incrível que pareça, ainda não vai ser dessa vez que a Faculdade de Artes Cênicas da Unicamp vai ganhar um novo espaço. Mário Santana, chefe do Departamento de Artes Cênicas (DAC), afirma que os alunos não mudarão de local e que os problemas estão sendo resolvidos. Além disso, para o professor a situação de dificuldades na infraestrutura é fruto de décadas de má administração/gestão: “Quando digo gestão, me refiro tanto às seguidas administrações para a área de Artes quanto à gestão que as equipes de docentes de cada departamento têm que realizar para que o mesmo esteja em perfeitas condições de cumprir suas tarefas”.

Por mais que se mascare, a verdade é que os problemas existem e os alunos estão insatisfeitos. Gabriel Cruz assinala que os problemas estruturais são os fatores mais agravantes e preocupantes dentro do curso atual e acrescenta: “diariamente, nosso desenvolvimento artístico e acadêmico é tolhido pelas salas pouco arejadas, sem saída de emergência e sem piso apropriado”. Afirmação que Mário Santana rebate: “os alunos do curso de Artes Cênicas da Unicamp não estão, nem terão dificuldades de realizar plenamente seu curso, posto que a universidade tem agido para gerar todas as condições necessárias ao caso”.

O chefe do DAC também ressalta que o departamento vai passar por uma grande e cara reforma com previsão de término para março do ano que vem. Enquanto isso não acontece, os alunos, professores e funcionários da faculdade têm que conviver com os probleminhas diários citados anteriormente.

Diante de lamentável situação, a Faculdade continua entre as melhores do país e os problemas enumerados acima podem ser complicadores para a manutenção no ranking. Nas palavras de Mário Santana, “qualquer mancha/ruído afeta a imagem de uma instituição séria e de alto padrão. Se a imagem do curso foi afetada, foi uma situação momentânea. A Unicamp está tomando as providências necessárias para minimizar tais inconvenientes – principalmente agindo para solucionar os problemas”, afirma.

Mais informações sobre o curso da Faculdade de Artes Cênicas da Unicamp.

Fique por dentro dos eventos realizados pelos alunos do Instituto de Artes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s