O barato da internet

Thaísa Lopes (thaisa_mlopes@hotmail.com)

Os sites de compras coletivas já se tornaram uma febre no País; saiba mais sobre as vantagens e desvantagens do novo comércio virtual

Todo mundo sabe o significado do verbo comprar: adquirir por dinheiro, possibilitar a aquisição. Mas a forma de obter um produto vem mudando com a internet. Pense por um segundo, qual é a primeira imagem que aparece em sua mente quando alguém diz que vai fazer compras? Possivelmente será a de alguém indo a um supermercado, shopping, escolhendo produtos e carregando sacolas. Na internet, você compra o que quiser sem sair de casa com apenas uns “cliques” e fornecendo o número do cartão de crédito. Parecia tudo certo, mas eis que surge uma ideia batizada de sites de compras coletivas, uma inovação que pretende revolucionar o que entendemos por comércio, ou melhor, por bagatela.
Andrew Mason, proprietário do Grupon (um mistura de grupo com cupom) não pensou que sua simples ideia iria se tornar uma febre mundial, copiada por vários países, inclusive o Brasil. O sistema de funcionamento dos sites de compras coletivas é simples: basicamente são oferecidos cupons (vouchers) com altos descontos que permitem ao consumidor viver novas experiências – um novo restaurante, uma viagem ou até mesmo passeio de helicóptero – tudo a um preço acessível de tal forma que uma boa parte das pessoas não imaginava desfrutar tão cedo. A partir daí, uma porcentagem do dinheiro arrecadado com a venda dos cupons fica com o site e o restante fica com a empresa que oferece o produto.

Negócio
Por outro lado, a simplicidade trouxe um problema: é fácil demais copiar o modelo e existem sites prontos para quem quiser este tipo de negócio. Segundo o site Bolsa de Ofertas, estima-se que no Brasil haja 1.800 sites em funcionamento e os setores no País que mais vendem cupons são o de beleza, concentrando 31%, seguido do de hotéis e viagens com 30% e gastronomia com 17,5%.

Embora fácil de copiar, Andrew Mason do Groupon acredita que é na execução que as dificuldades começam. O fundador e diretor do site de compras coletivas AchouLevou com sede em Campinas, Daniel Cardoso Zobl, também concorda com a dificuldade na execução do gerenciamento: “Com tanta gente investindo no mesmo tipo de negócio, é difícil conseguir parceiros e se manter no mercado”, afirma. Foi pensando nisso, que ao invés de comprar um site pronto, o empresário preferiu investir em programação e criar o próprio sistema. Isso fez com que os gastos no início fossem muito maiores e o retorno mais demorado: “Mesmo gastando mais, esse diferencial demonstrou mais segurança perante o mercado”, ressalta.

Conheça a lista de sites de compras coletivas no Brasil: www.bolsadeofertas.com.br

Daniel Cardoso Zobl, diretor do site de compras coletivas AchouLevou

Em relação ao investidor, o empresário alerta que é preciso conhecer o objetivo real do cliente para assim propor uma ação de marketing efetiva, que traga bons resultados para ambas as partes: “O problema é o empresário não estar preparado para atender toda a demanda que virá”.
Um diferencial dos sites de compras coletivas para outros sites de compras na internet é que ele permite que as pequenas e médias empresas façam ao mesmo tempo, marketing e consigam mais clientes. Isso a um preço mais acessível do que produzir uma campanha completa de marketing por exemplo. Mesmo assim, não significa que o sucesso está garantido.
O dono da peixaria Tábua de Marés em Campinas, André Alvarez, que anuncia no site AchouLevou, disse que a motivação do investimento foi a novidade de divulgar a casa de uma maneira diferente: “ Dessa forma tenho a certeza que o cliente virá em meu restaurante, ao contrário de anunciar em outdoor ou flyer.” André conta ainda, que teve um feedback positivo dos clientes que compraram os cupons, mas diz que o retorno da nova clientela não é tão simples assim: “ O retorno das vendas dos pratos é imediato, mas a fidelização surge mais adiante”, conclui.
A preocupação em atender bem a clientela foi uma preocupação para o gerente da StarBowling, uma casa de boliche em Campinas: “Os clientes elogiaram os produtos e o atendimento. Ainda é cedo para mensurar, mas não tivemos o retorno imediato como esperávamos”, afirma.

Consumidores

Do lado dos consumidores, esse tipo de site parece fazer sucesso. A administradora de empresas, Carolina Bernardi, comprou uma viagem para a Argentina com 59% de desconto, através de um site de compras coletivas. “Achei o site seguro e com o alto desconto não pensei duas vezes. Compro e recomendo”. A estudante Bianca Baumstark já comprou pacotes de beleza com manicure e progressiva, mas não aprovou: “ Os locais e produtos utilizados não me agradaram muito, além da quantidade absurda de pessoas atendidas ao mesmo tempo.” Há também os que juram nunca fazer esse tipo de compra. É o caso do aposentado Sérgio Orofino, que duvida da qualidade dos produtos oferecidos com tanto desconto: “Por exemplo, não compro comida por antecipação, isso não me traz segurança com relação à qualidade”, conclui.

Sentiu-se prejudicado? Faça sua reclamação no www.reclameaqui.com.br– o espaço do consumidor na internet.


Divergindo opiniões, os sites de compras coletivas prometem aquecer o mercado nos próximos anos, atraindo empresários e consumidores para essa nova forma de consumir pela internet.

Arte: Site AchouLevou

Um pensamento sobre “O barato da internet

  1. O Pesquisa Coletiva é um Portal que reúne ofertas dos sites de Compra Coletiva, Clube de Compras e Lojas Virtuais existentes na internet.

    Com tantos sites e ofertas hoje em dia, fica praticamente impossível os usuários acompanharem ou as encontrarem para que possam usufruir de seus descontos oferecidos, já que as ofertas duram um curto período de tempo.

    Pensando nisso, o Pesquisa Coletiva criou um portal onde você poderá verificar todas as ofertas disponíveis para a sua cidade, comparar os valores, o tempo restante para aproveitá-la e ainda compartilhar esta oferta com seus amigos através das Redes Sociais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s